Viga baldrame: conheça tudo sobre este tipo de fundação

controle de estoque
Importância do controle de estoque nas obras
29 de novembro de 2019
tipos de resíduos da construção
Conheça os tipos de resíduos da construção civil
20 de dezembro de 2019

Viga baldrame: conheça tudo sobre este tipo de fundação

Viga baldrame

Viga baldrame

Antes de tudo o projeto de uma obra deve começar pela fundação. Ela é um dos pontos mais importantes, já que é responsável por segurar e manter firme a construção. Esse processo primordial tem como objetivo principal não evitar que ocorram deslizamentos de terra e problemas com rachaduras. Nesse sentido, diversos métodos foram desenvolvidos para trabalhar melhor nos mais diferentes tipos de solo. Uma delas é a viga baldrame, que a União Fundações vai apresentar aqui.

 

A viga baldrame é um tipo de fundação muito conhecido e utilizado nos projetos de construção civil do Brasil. Mesmo assim, com esta popularidade, é preciso ficar atento para suas especificidades e também contratar equipes qualificadas para desenvolvê-la. Afinal, sua escolha também vai definir como a obra vai funcionar em sua parte técnica e também quais serão os materiais utilizados.

 

Neste método, o peso da construção é repassado para o terreno e, por isso, é mais indicado para cargas leves. Assim, a viga baldrame é comumente utilizada em casas de pequeno porte que serão construídas sobre terreno firme. Ela é composta por uma viga, geralmente de alvenaria, mas que também pode ser feita de concreto simples ou armado. Além disso, caso a necessidade seja uma fundação mais profunda, é possível utilizar a viga baldrame com blocos de fundação e estacas brocas.

 

Outro modelo de viga baldrame que também pode ser escolhida é a pré-moldada. Este tipo é utilizado principalmente para obras que precisam ser concluídas rapidamente. Com isso, o projeto tem uma economia grande de tempo na construção e a obra pode ser terminada com mais facilidade. Nesses casos a viga é posicionada nos pontos onde serão fixadas e são concretados os pontos de união.

 

Apesar de sua praticidade, para realizar a fundação feita em viga baldrame é preciso ter alguns cuidados em mente na hora de elaborar o projeto. Um exemplo é o caso dos conduítes para passagem de fios de telefone e de energia elétrica, além da rede de esgoto. Tudo isso é preciso ser pensado com antecipação e, no caso da parte de saneamento, com atenção redobrada.

 

Os conduítes de telefone e de energia elétrica devem atravessar a viga baldrame, por isso, as entradas precisam ser feitas com antecipação. Além disso, é preciso evitar cobrir os conduítes durante a obra ou enchê-los com concreto. Outra questão importante é calcular os espaços entre as paredes de alvenaria da casa, deixando uma fiada de blocos com metade da espessura e um vão de alguns centímetros.

 

Como é executada a viga baldrame

 

Como dito anteriormente, a viga baldrame é um elemento estrutural da obra. Ela recebe as cargas de paredes e outros elementos e transmitem aos elementos de fundação, como sapatas ou blocos de coroamento. Geralmente ela conecta sapatas isoladas para melhor distribuição dos pesos da construção. Além disso, também contribui no travamento das colunas ou pilares.

Existem alguns passos importantes para a execução da viga baldrame. Antes de mais nada é necessário finalizar os elementos de fundação como sapatas ou blocos de coroamento de estacas. Em seguida, deve-se dobrar as armaduras e fixar as fôrmas das vigas baldrame. Eventualmente, conforme o nível do terreno, esta execução pode ocorrer sem o fechamento da face inferior da fôrma.

Nesse sentido, é indispensável executá-las rentes ao solo e colocar o lastro de brita na superfície inferior. Assim, evita-se a possibilidade de escorrer a nata de cimento ou ainda um perda no concreto, comum em concretagem sobre solo. Durante a execução destes processos deve-se realizar a vibração e a cura ao longo dos dias seguintes. Por último, o processo de fundação em viga baldrame recebe a impermeabilização da face superior. Assim evita-se a umidade do solo por capilaridade à alvenaria da parede imediatamente acima.

2 Comments

  1. Laura disse:

    não dá pra ler nada com esse fundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *