Tecnologias sustentáveis e as tendências para a construção civil

União Fundações fecha parceria com novo empreendimento da Komprão Koch Atacadista
União Fundações fecha parceria com novo empreendimento do Komprão Koch Atacadista
26 de setembro de 2022
A importância de ter uma obra amiga do meio ambiente
A importância de ter uma obra amiga do meio ambiente
11 de outubro de 2022

Tecnologias sustentáveis e as tendências para a construção civil

Tecnologias sustentáveis e as tendências para a construção civil

Tecnologias sustentáveis e as tendências para a construção civil

Tecnologias sustentáveis cada vez mais fazem parte da construção civil. Esse é um avanço que chegou para ficar e a tendência é que seja ainda mais ampliando, oferecendo soluções para diversas questões do setor.

Como sabemos, o setor da construção civil é um dos principais poluidores no mundo todo e também é o campeão em impacto ambiental no Brasil. Estima-se que ele seja responsável por gerar de 51% a 70% dos resíduos produzidos no país, conforme com o Ministério das Cidades.

O segmento também tem um alto consumo de energia elétrica e é o maior consumidor de recursos naturais, segundo o Conselho Internacional da Construção (CIB). 

Além disso, dados da ONU apontam que 40% das emissões de gases de efeito estufa (N2O, CO2, CH4) advindas da energia são produzidas pela construção civil.

Por isso, promover ações de sustentabilidade se tornou algo imprescindível para as empresas do setor. Além de trabalhar com a consciência ambiental e preservação do futuro para as novas gerações, a implementação de tecnologias sustentáveis é um passo adiante para as construtoras serem mais competitivas.

Afinal, como destacamos, essas novas formas de trabalhar na construção civil tomaram conta dos espaços e passaram a ser uma exigência para que empreendimentos de alto padrão sejam construídos.

Com esses fatos em mente, pensamos em abordar um pouco mais sobre as tecnologias sustentáveis e as principais tendências para a construção civil. Confira!

Tecnologias sustentáveis e seus benefícios

Basicamente, as tecnologias sustentáveis são técnicas muito avançadas que têm como objetivo promover a sustentabilidade. Ainda pretendem agregar a este conceito um alto nível de eficiência operacional e também redução do impacto negativo socioambiental.

A sustentabilidade se tornou um dos principais caminhos para enfrentar os problemas que afetam o meio ambiente, como o aquecimento global, por exemplo.

Nesse sentido, além da tecnologia ter a capacidade de ser uma grande aliada do planeta Terra, também pode colaborar para a redução de custos de uma organização e na consolidação da sua marca.

As tecnologias sustentáveis na construção civil colaboram desde o planejamento de uma obra até o processo de encerramento da construção. Aqui, busca-se a utilização de ferramentas inovadoras que fomentem a sustentabilidade e que possam permitir a incorporação de ações ecologicamente corretas que ajudem a reduzir os impactos ambientais.

Existem diversas vantagens e benefícios que a aplicação das tecnologias sustentáveis pode oferecer na construção civil. Separamos algumas que são importantes para os canteiros de obras, auxiliando as empresas na preservação ambiental e oferecendo ganhos operacionais. Veja abaixo:

Redução de custos – A primeira vantagem evidente é a diminuição dos custos do orçamento da obra. As tecnologias sustentáveis auxiliam com a redução do consumo de energia, algo que também impacta o meio ambiente.

Além disso, ao utilizar equipamentos sustentáveis, como é o caso de módulos habitacionais, por exemplo, é possível proporcionar o reaproveitamento de materiais e maior controle de gastos.

Atração de clientes – Como destacamos anteriormente, a sustentabilidade tomou conta do mercado e, atualmente, é uma das exigências para a contratação das empresas. 

De acordo com um estudo realizado em 2019 pela empresa americana de pesquisa Union + Webster, 87% dos brasileiros preferem consumir produtos e serviços de empresas sustentáveis. O estudo ainda aponta que 70% disseram que não se importam em ter que pagar a mais por isso.

Aumento do valor de mercado – Para as grandes empresas de capital aberto, a busca pela certificação de sustentabilidade ESG também pode atrair novos investidores. Um exemplo disso é a criação do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE B3), pela B3, que levou as empresas sustentáveis a ter uma valorização de 315%.

Ou seja, realizar investimentos em uma obra sustentável colabora na redução de gastos desnecessários, com recursos naturais e até mesmo financeiros, enchendo os olhos dos investidores que procuram por negócios rentáveis.

4 principais tendências em tecnologias sustentáveis na construção civil

Energia renovável – A primeira tendência em tecnologias sustentáveis que vamos dar destaque é o uso de energia renovável. Substituir a matriz energética é algo fundamental para todos os setores e, principalmente, para a construção civil.

Ou seja, é muito importante inserir fontes renováveis de energia, reduzindo a grande dependência das hidrelétricas. Além disso, a grande tendência do mercado é o uso da energia limpa, como é o caso da energia solar, por exemplo.

Com a utilização de painéis fotovoltaicos, é possível transformar a luz do sol em energia limpa e renovável. Esse tipo de fonte energética também acaba sendo muito mais barato, já que você não precisa pagar a conta de luz.

Outra forma é por meio da energia eólica, que utiliza o vento para a obtenção de energia. Na matriz energética brasileira, essa é a segunda maior fonte do país.

Digitalização de documentos – As tecnologias sustentáveis também estão trabalhando no sentido de reduzir o uso do papel. Com a digitalização de documentos é possível concentrar tudo na nuvem.

Isso reduz o desperdício de papel, além de materiais de escritório e gastos com armazenamento e espaço físico. Assim, como em outros casos, também ajuda o meio ambiente enquanto ajusta o orçamento do projeto.

Construção a seco – Seguindo as tendências, a construção a seco é um sistema que não precisa utilizar água, ou seja, totalmente sem o uso de alvenaria. Esse processo pode ser conhecido em muitos lugares como “obra limpa”, e também é bastante resistente e versátil.

Existem três grandes exemplos de construções a seco:

Drywall: usado na produção de forros e paredes;
Steel frame: trata-se de uma estrutura feita com perfis de aço galvanizado fixados na fundação;
Wood frame: o esqueleto estrutural é o mesmo do steel frame, porém feito com placas e perfis de madeira de reflorestamento.

Gestão de resíduos – Esse é um dos principais problemas ambientais causados pelo setor da construção civil. Estima-se que sejam gerados em torno de 2 a 3 bilhões de toneladas de entulhos pelo setor.

Nesse sentido, as tecnologias sustentáveis podem colaborar com a gestão dos resíduos através da reciclagem. No entanto, vale destacar que é necessário fazer um planejamento específico, tanto para o descarte correto, quanto para o uso de materiais reciclados.

Também existe uma técnica de alto impacto ambiental, que pode ser adotada nos canteiros: uso de resíduos para a geração de energia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa de ajuda?