Sondagem de solo ajuda a determinar o tipo de fundação

Sondagem de solo ajuda a determinar o tipo de fundação

Sondagem de solo ajuda a determinar o tipo de fundação

A sondagem de solo é uma técnica que deve ser aplicada na construção civil para melhorar adquirir informações necessárias sobre o solo onde ocorrerá a obra.

Elas fornecem dados básicos, que vão servir para o desenvolvimento de concepções da construção. Além disso, esse conhecimento pode ser aplicado na definição de fundações, de escavações subterrâneas e a céu aberto.

Também podemos citar como exemplo o ângulo de corte de taludes, custos das obras em diferentes etapas de projeto, cálculo de estabilidade, dimensionamentos de recuperação e remediação de terrenos contaminados, entre outros.

Mas como a sondagem de solo pode ser utilizada para determinar o tipo de fundações? Essa escolha nem sempre é fácil de fazer e a sua execução deve ser determinada apenas se forem alcançadas as condições técnicas. Esses detalhes são importantes para garantir a segurança da obra e qualidade do produto final.

Também deve-se considerar os equipamentos disponíveis na região, uma vez que a tecnologia envolvida impactará no custo da obra. Com relação direta à sondagem de solo, o profissional geotécnico tem a capacidade de avaliar quais são as condições impostas ao projeto.

Nesse sentido, não existe terreno perfeito e, diversas vezes, são encontrados solos que não possuem os parâmetros de resistência necessários, exigindo soluções que impactam o cronograma e custo de obra. Além disso, o solo varia muito, e é muito comum a exigência de diferentes soluções geotécnicas para uma mesma área.

Por isso, com todas as informações obtidas pela sondagem de solo, é possível bater o martelo e identificar o melhor tipo de fundação para utilizar no projeto.

O que é sondagem de solo e quais os principais tipos

A sondagem de solo é uma etapa fundamental para a construção civil. Ela consiste no processo executado para fazer a inspeção do terreno e adquirir informações importantes sobre o solo. Assim, os profissionais responsáveis podem ter uma melhor avaliação do tipo de construção que deverão executar.

Nesse sentido, a sondagem de solo coleta informações que são extremamente necessárias até mesmo para a elaboração do estudo de viabilidade técnica e do projeto de fundação. Assim, os tipos de características analisadas são: perfil do solo, nível do lençol freático, resistência, entre outras informações.

Essa técnica é necessária para dar maior qualidade e precisão para as obras. No entanto, muitas vezes diversos profissionais relevam a sua importância e não realizam a sondagem de solo.

Ela pode colaborar com a segurança do projeto, já que pode trazer informações cruciais sobre resistência do solo. Em muitos casos, podem ocorrer análises imprecisas, demonstrando que a resistência seria igual ou superior ao esperado na primeira amostragem.

No entanto, muitas vezes esses valores podem cair bruscamente quando verificamos mais profundamente o solo. Desse modo, a sondagem é capaz de evitar riscos de deslocamentos significativos, que geram problemas estruturais.

Identificando essas alterações também podemos perceber um impacto econômico. Se a sondagem de solo não fosse realizada, identificando esses valores de resistência, ela poderia continuar aumentando significativamente e exigir maiores quantidades de estacas em alguns pontos.

Existem diversas opções tipos de sondagem que podem ser aplicadas em um terreno. Saiba quais são:

Sondagem a Trado – Primeiramente, vamos falar da sondagem a trado. Ela utiliza esta ferramenta de perfuração, que funciona como um tipo de amostrador de amostrador de solo constituído por lâminas cortantes. O trado pode ser composto por duas peças, de forma convexa (trado concha) ou única, de forma helicoidal.

Sondagem à percussão SPT – Um dos principais e mais modernos tipos de sondagem. É um método de investigação de solo avançado, cuja sigla significa Standard Penetration Test. Ela é executada através da perfuração do solo, feito por meio de trado ou de lavagem, cravando um amostrador para recolher análises.

Assim é possível verificar índices de resistência à penetração, obtenção de amostras, determinação do nível d’água e execução de vários ensaios in situ. O número de golpes necessário para perfurar a rocha permite determinar a resistência do solo.

Sondagem Rotativa – Este tipo de sondagem é realizado através de um conjunto motomecanizado que executa a perfuração de maciços rochosos. Desse modo, é possível obter amostras de materiais para fazer a análise. Além disso, com ela pode-se atingir grandes profundidades em subsolo.

Sondagem Mista – Como já está em seu nome, ela faz a junção de dois modelos de sondagem. Basicamente, é a soma das técnicas de sondagem rotativa e sondagem SPT. Desse modo, ela utiliza a sondagem a percussão para o trecho em solo e a sondagem rotativa para o trecho em rocha.

Sondagem geofísica – Por último, vamos falar do modelo de sondagem de solo. Ao contrário dos outros tipos, esta não retira amostras do solo ou da rocha da área de estudo. 

As informações são coletadas de forma indireta, através de levantamentos e métodos sísmicos, elétricos, eletromagnéticos, potenciais (magnético e gravimétrico), radiométricos, geotérmicos, entre outros.

Como escolher o tipo de sondagem ideal

Por último, é fundamental que os profissionais também saibam escolher qual tipo de sondagem de solo eles devem aplicar em seus projetos de construção.

Nesse sentido, existem alguns fatores que precisam ser levados em conta antes de tomar uma decisão final. É claro que o principal é o tipo de solo e rocha da região, algo que impacta diretamente nas análises e também na obra como um todo.

Além disso, existem outros pontos que devem ser considerados, como por exemplo: infraestrutura do local, vias de acesso e acessibilidade, tipo de minério a ser estudado, empresas atuantes na região de interesse e bibliografia disponível da área a ser desenvolvido o projeto.

Vale destacar ainda que as amostras de solo devem ficar armazenadas em locais seguros e livres de contaminação. Assim fica preservado o trabalho e as informações não podem sofrer alterações e causar um retrabalho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa de ajuda?