Saiba tudo sobre as fundações de arranha-céus

Importância da segurança no canteiro de obra
12 de maio de 2021
5 dicas para reduzir transtornos causados por temporais no canteiro
4 de junho de 2021

Saiba tudo sobre as fundações de arranha-céus

Em muitas definições, os arranha-céus são comumente caracterizados por aqueles prédios que possuem mais de 40 andares. Existem grandes destaques, como é o caso do Jeddah Tower (ou Kingdom Tower), localizado na Arábia Saudita. 

Ele supera o título de maior prédio do Burj Khalifa, chegando a mais de 1 km de altura e 200 andares.

A tendência de construção de arranha-céus tem crescido bastante em todo o mundo e não é diferente no Brasil. Temos muitos exemplos, com destaque para Balneário Camboriú (SC), Goiânia (GO) e João Pessoa (PB), com a construção de edifícios que passam dos 200 metros de altura. 

Em Santa Catarina, é o caso de prédios que se encontram na lista de 10 edifícios mais altos do Brasil, das quais a União Fundações fez parte: One Tower, Yachthouse Residence Club, Phoenix Tower, Sky Tower e Epic Tower.

Mas como garantir que estes prédios sejam seguros e não sofram nenhum tipo de patologia severa? É preciso cuidar uma série de fatores e fazer uma fundação adequada, pensando principalmente em cada caso específico. 

A fundação da Jeddah Tower, por exemplo, tem sessenta metros de profundidade e é composta com material próprio para lidar com a água salgada presente no subsolo, vinda do mar.

Existem muitos casos também, onde são feitas as escavações em rocha-matriz. Nesse método, quando se sabe que o arranha-céus vai ser muito grande, ele precisa que a as escavações sejam feitas em rocha sólida, abaixo da terra superficial. 

Desse modo, depois de aberto o solo, é necessário inserir estruturas de ferro que serão responsáveis pela sustentação dos vergalhões. Assim, a aplicação de concreto torna-se necessário juntamente com a estrutura de ferro, pois será utilizada para fixar os vergalhões.

É fundamental ter em mente que o projeto da fundação deve se adequar ao edifício e ao local. E ele deve ser feito com um planejamento extremamente cuidadoso e bem avaliado. 

A profundidade da fundação pode ser determinada por alguns fatores, dentre os quais destacamos: o desenho do arranha-céu, a composição do solo, a profundidade até a rocha e o risco com intempéries do clima, como água, vento e terremotos, por exemplo.

Pensando em especificidades de cada projeto, podemos citar a fundação profunda do Burj Khalifa, que citamos no início. Para que o empreendimento de alto padrão pudesse ser executado, foram necessárias 192 estacas de fundação, cada uma com um diâmetro de cinco pés e um tapete de concreto de 12 pés.

Outro exemplo interessante é o da Taipei 101, de Taiwan. Sua base se deu através de uma parede de mais de um metro de espessura que se estende por 154 pés e corta o lençol freático que começa cerca de seis pés abaixo do nível. Ela possui 380 pilares de fundação, cada um com um diâmetro de cinco pés.

Desse modo, podemos afirmar que não é nada simples realizar e essas verdadeiras maravilhas da engenharia, que encantam e deixam as pessoas cada vez mais maravilhadas. Abaixo de cada arranha-céus é necessário pensar nessa base, que deve ser forte o suficiente para sustentá-lo.

Mesmo sabendo que cada caso deve ser analisado individualmente, sabemos que o padrão geral é de que quanto mais alto é o edifício, mais forte deve ser a base. 

Por isso, obviamente a fundação de arranha-céus deve ser do tipo profunda. Mas como eles estão evoluindo cada vez mais, foi necessário que a tecnologia da construção civil se atualizasse ainda mais.

Nesse sentido, foi desenvolvido e introduzido no projeto de arranha-céus o uso de paredes de suporte para estruturas de aço para suportar a carga vertical. Em apoio ao sistema convencional de paredes de suporte de carga, é uma forma de auxiliar na ancoragem, devido à altura da torre.

Também é necessário ficar atento a questões como o terreno, já que muitos arranha-céus encontram-se em lugares inusitados. Ou seja, os fatores ambientais da localização de um local têm um impacto significativo no estilo e na profundidade da construção da fundação. Isto pode variar também conforme cada cidade, que possuem solos distintos. 

Assim, deve-se cuidar se o solo é arenoso, se existem riscos de inundação que podem criar fissuras na fundação, a que distância a fundação deve atingir para obter a resistência vertical da rocha, dentre outros tantos fatores.

União é especialista em fundações de grandes portes

A União Fundações atua no mercado de engenharia de solo e construção civil, sendo especializada em projetos e execução de fundações para todos os portes. No entanto, nos tornamos especialistas em fundações de grandes portes.

Somos responsáveis por este tipo de serviço no primeiro e segundo prédio mais altos do Brasil, além de estarmos presentes no top 5 do país. Nossa empresa também fez a fundação de cinco dos 10 edifícios mais altos do Brasil. 

Além disso, possuímos equipamentos que se adequam fácil em centros urbanos, com perfuratriz com redução de ruídos e vibrações, por exemplo. Acesse o nosso site e conheça mais o nosso trabalho.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Falar no WhatsApp
Precisa de ajuda?