Saiba tudo sobre a construção da Ilha Palm Jumeirah, em Dubai

Confiança da construção civil tem alta pelo quarto mês consecutivo
30 de setembro de 2020

Saiba tudo sobre a construção da Ilha Palm Jumeirah, em Dubai

Com o avançar da tecnologia, muitas construções grandiosas, diferentes e surpreendentes tomaram forma, a partir da imaginação dos seus criadores. Um dos exemplos disto é a Ilha Palm Jumeirah, localizada em Dubai. Esta maravilha da engenharia faz parte do arquipélago Palm Islands, que é formado por três ilhas artificiais em forma de palmeiras: a Palm Jebel Ali e a Palm Deira e a Ilha Palm Jumeirah, que a União Fundações vai abordar hoje. Elas são os maiores projetos do mundo e foram construídas nos Emirados Árabes Unidos, com o objetivo de alavancar ainda mais o turismo da região.

Além disso, cada vez mais estes grandes projetos surgem na nossa sociedade, movidos principalmente por países que possuem grandes poderes de investimento, como é o caso dos xeiques árabes em Dubai. Desse modo, a Ilha Palm Jumeirah, contempla uma das grandes obras ao redor do mundo, que foi financiada neste modelo de negócios. A região, que é financeiramente alimentada pela extração de petróleo, se voltou também para o turismo. No entanto, eles também quiseram modificar a fonte do dinheiro, investindo em turismo e iniciando planejamento para triplicar o número de visitantes, chegando a 15 milhões. Porém, foi identificada a falta de atrações e espaços físicos que comportassem a quantidade de pessoas desejada e por isso decidiram dar início a construção do arquipélago Palm Island.

Como dissemos anteriormente, a construção das ilhas foi feita formando a imagem de uma palmeira, mas outro atrativo para além disto é a sua construção sobre o mar. O seu objetivo de contemplar grandes centros comerciais, restaurantes, apartamentos, casas, hotéis e muito mais. Com isso, a construção da Ilha Palm Jumeirah foi realizada até o momento aumentou a costa de Dubai de 56 Km para 72 Km. A ilha também possui como características marcantes o seu tamanho: 5,5 km de largura e 5 km de comprimento. Ela possui mais de 4 mil casas e apartamentos e o seu formato de palmeira é dividido em 3 partes diferentes – tronco, a copa (17 partes) e um semicírculo em volta da palmeira.

A Ilha Palm Jumeirah iniciou sua construção em 2001, com a pretensão de ser finalizada entre 2011 e 2016. Apesar dessa longa data estipulada durante o planejamento, os prazos foram antecipados por ordem dos idealizadores e, em 2006, já haviam alguns proprietários morando. O início completo do seu funcionamento se deu a partir de 2009, mas esse período curto de entrega não demonstra, de maneira alguma, facilidade em sua construção. A União Fundações vai apontar algumas dificuldades que ocorreram durante a idealização da obra.

As principais dificuldades da obra

Como podemos perceber, projetos ambiciosos demandam mais tempo, planejamento e especificidades em sua construção. Uma das dificuldades para a construção da Ilha Palm Jumeirah foi a necessidade de realizar a dragagem de 85 milhões de m³ de areia. Além da quantidade enorme, o planejamento precisou fazer o cálculo preciso para fazer com que o jato de areia atingisse o local exato. Por sua localização, também foi necessário construir um enorme quebra-mares. Ele foi desenvolvido em formato de lua crescente para diminuir o impacto das ondas e, além disso, proteger contra a força do vento, alternância da maré e, inclusive, os efeitos do aquecimento global.

Outro grande problema foi a necessidade de utilizar areia para a sua construção, algo exigido pelos xeiques, pois queriam o menos poluente possível. No entanto, apesar de Dubai estar envolta por grandes desertos cheios de areia, esta não pôde ser utilizada para o projeto. Isto ocorre porque ela é muito fina e, desse modo, comprometeria a qualidade e a segurança da edificação, podendo acontecer até mesmo do arquipélago desmanchar. Por isso, foi necessário dragar a areia do mar e fazer o seu depósito em camadas, até que ela atingisse a altura ideal. Após esta etapa, oi adicionada uma camada de pedras e duas de rochas (até seis toneladas, cada), protegendo toda a estrutura.

Outra dificuldade foi destacada logo no início do projeto. Durante o planejamento foi pensado na possibilidade de ocorrer um terremoto na região e como isso afetaria o arquipélago. Para evitar que, caso ocorresse o tremor sísmico, a areia dragada teve que ser toda compactada. Além disso, antes do início das construções das casas e das outras estruturas, o solo também passou por vibro-compactação (perfuração do solo por sondas, liberando água a alta pressão e ar no solo, provocando a vibração, por meio de uma broca especial). Isto também serviu para que não ocorresse recalque nas fundações das estruturas, pois os grãos de areia poderiam ser levados pela correnteza. As sondas penetraram cerca de 12 metros de profundidade, fazendo a vibração e promovendo a compactação.

Outro problema solucionado através do avanço da tecnologia na construção civil foi a questão do formato. Como esta etapa era indispensável, foram utilizadas imagens de satélite e tecnologias como o GPS, para orientar e realizar da melhor maneira possível.

Curiosidades sobre a Ilha Palm Jumeirah

Confira algumas curiosidades que a União Fundações separou sobre a construção:

  • A Ilha Palm Jumeirah foi a primeira a ser construída e é a menor das três. No entanto, foram utilizados 94 milhões de metros cúbicos de areia para a sua construção. Se juntássemos toda areia e rocha utilizadas seria possível erguer uma parede de 2,5 metros ao redor da Terra. Só a estrutura de quebra-mar tem mais de sete milhões de toneladas de rocha;
  • O calçadão que rodeia as folhas da palmeira que forma a ilha Palm Jebel Ali representa um poema árabe. Ao ver de cima é possível ler, com a seguinte tradução: “Tome a sabedoria dos sábios, é preciso um homem de visão para escrever sobre a água. Nem todo mundo que monta um cavalo é um jóquei. Grandes homens sobem para desafios maiores”;
  • Seu tamanho corresponde a 5.800 campos de futebol e a obra de construção custou 12 bilhões de dólares;
  • Um total de 28 botos cor-de-rosa foram levados para habitarem a Baía dos Golfinhos, uma lagoa de 11 acres de diâmetro.
  • Em determinado momento, já se passou um ano inteiro sem que caísse uma gota de chuva na Ilha Palm Jumeirah;
  • É possível ver a ilha olho nu da Estação Espacial Internacional, que fica a 354 quilômetros da superfície da Terra;
  • Na ilha, há casas e hotéis suficientes para abrigar 65 mil pessoas e as casas de luxo na ilha Palm Jumeirah são avaliadas em cerca de 5 milhões de dólares.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *