Saiba quais são os 6 principais pontos de um projeto de fundação

Entenda o que são fundações profundas e saiba quando usar
Entenda o que são fundações profundas e saiba quando usar
12 de abril de 2022
Como uma boa fundação pode evitar prejuízos em obras
Como uma boa fundação pode evitar prejuízos em obras
12 de maio de 2022

Saiba quais são os 6 principais pontos de um projeto de fundação

Saiba quais são os 6 principais pontos de um projeto de fundação

Saiba quais são os 6 principais pontos de um projeto de fundação

Sem planejamento a construção civil não existiria. Por isso, o projeto de fundação é fundamental para a execução de qualquer obra. Responsáveis por sustentar as edificações, as fundações são muito importantes para levantar um prédio ou uma casa.

Assim, se o dimensionamento for feito de forma equivocada, existem diversos problemas que podem surgir, como ausência ou falha nas investigações geotécnicas, desconhecimento do comportamento real das fundações e falhas de execução das fundações, por exemplo.

Ou seja, deve-se coletar informações para conhecer o tipo do solo, a sua estratigrafia, posição do nível de água e o índice de resistência à penetração SPT. Com esses quesitos bem descritos, você pode dar início ao projeto e à obra, com garantia de qualidade da construção final.

O projeto também garante maior economia e eficiência para a obra, já que evita o superdimensionamento da fundação e suas consequências, como manifestações patológicas nas edificações, como fissuras, trincas e, em casos piores, rachaduras, desníveis e até desmoronamentos.

 

6 principais pontos de um projeto de fundação

 

Investigação geotécnica: 

O planejamento é um dos caminhos para o sucesso e para a criação de projeto de fundação de qualidade. O primeiro passo é conhecer o solo, pois assim é possível fazer a definição do tipo de fundação e do processo executivo que serão utilizados.

A partir da investigação geotécnica você consegue conhecer todas as informações e características necessárias sobre o solo analisado. 

Desse modo, apura-se informações sobre tipos de solo, profundidade do nível d’água, profundidade da camada resistente, quais os perfis e tipos que compõem o solo, qual a resistência, entre outras.

Existem diferentes tipos de investigação geotécnica que podem auxiliar no projeto de fundação. Os principais exemplos são sondagens, ensaios de permeabilidade e ensaios geotécnicos de laboratório. Vale destacar que é possível ter diferentes solos e comportamentos diferenciados em um mesmo terreno. Desse modo, é necessário aplicar estratégias diferentes em relação à infraestrutura.

Assim, é ainda mais importante fazer com que os furos para a realização da sondagem sejam realizados de forma que abranja mais o terreno. Com isso você consegue obter mais informações e possíveis diferenças, evitando imprevistos no futuro.

 

Comportamento do solo:

Estudar o comportamento do solo também é muito importante para executar o projeto de fundação. Através de testes, o solo é submetido a cargas e vibrações. Assim, é possível identificar se ele suportará as cargas e tensões que serão transmitidas da estrutura por meio da fundação.

Além disso, também é possível conferir como este tipo de solo deve ser manejado. Ou seja, será analisado se ele precisa de irrigação, drenagem, conservação da água ou do solo em si.

Nesse sentido, o comportamento do solo também corresponde às variações físicas que ocorrem ao longo das diferentes profundidades com o passar do tempo. Por exemplo: resistência, retenção de água, tensão de ruptura, entre outros.

Essas informações são cruciais para o projeto de fundação, garantindo qualidade no trabalho final e permitindo identificar as características de cada perfil do solo e seus parâmetros.

 

Comportamento real das fundações:

Como sabemos, a estrutura da obra é apoiada sobre a fundação, a base fundamental das construções. Cada tipo de estrutura apresenta características e comportamentos diferentes, afetando o desempenho das fundações.

Por isso, é necessário fazer uma análise completa, escolhendo o melhor sistema de fundação. Os cálculos não podem ser superestimados nem subestimados, pois ambos os erros causariam problemas estruturais graves na obra. 

Nesse sentido, podem surgir manifestações patológicas e problemas como recalques diferenciais. A manutenção para resolver estas questões é extremamente cara e, muitas vezes, irrecuperável.

 

Estrutura da fundação:

Outro passo fundamental para o projeto de fundação é definir o seu detalhamento estrutural. Nessa etapa, são coletados dados como cargas atuantes e dimensões das vigas de equilíbrio, por exemplo. 

Aqui, vale ressaltar novamente a importância de o processo ser feito por profissionais qualificados e com alta precisão. Caso contrário também podem surgir manifestações patológicas que podem ser de leves a graves e até inviabilizar o uso da edificação.

 

Especificações construtivas das fundações:

Basicamente, esta etapa do projeto de fundação consiste em reunir todas as informações relevantes para que a execução ocorra de acordo com o que foi projetado.

Nesse sentido, deve-se observar a cota de assentamento, quais os tipos e características do solo, os valores das tensões admissíveis adotadas, quais as características do concreto e a espessura de cobrimento da armadura.

 

Execução das fundações:

Por último, deve-se considerar o adensamento e a vibração do concreto no projeto. Assim, é possível garantir que estes processos sejam feitos corretamente, além de evitar o estrangulamento da seção dos pilares enterrados e executar apropriadamente as juntas de dilatação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Falar no WhatsApp
Precisa de ajuda?