Estacas de Fundação: Entenda como esses elementos funcionam

inovacoes tecnologicas
Cinco inovações tecnológicas que estão mudando a construção civil
28 de novembro de 2018
retrospectiva construção civil
Retrospectiva da construção civil de 2018: Confira os principais acontecimentos
27 de dezembro de 2018

Estacas de Fundação: Entenda como esses elementos funcionam

estacas de fundação

As estacas de fundação são executadas por equipamentos e ferramentas, indicadas para solos com pouco resistência, onde é necessário cavar muito para conseguir achar um solo firme. Esses elementos fazem parte do grupo das fundações profundas, que segundo a NBR 6122/2010 são aquelas em que a carga proveniente da superestrutura é transmitida para a fundação por meio da resistência de ponta (base), pela resistência de fuste (lateral) ou por ambas. Este tipo de fundação deve ser assentada em profundidade superior ao dobro de sua menor dimensão em planta e no mínimo 3 metros, salvo justificativa.

estacas de fundação

Além das estacas de fundação, as fundações profundas podem ser em tubulões. Para escolher uma delas, deve-se levar em conta a carga a ser transmitida ao solo, a resistência do solo e o nível freático. Deve-se atentar ainda para o entorno da obra, de forma que a mesma não gere transtornos na vizinhança, como vibrações excessivas. No texto de hoje, falaremos mais sobre fundação profunda do tipo estaca.

 

Estacas de Fundação

As estacas de fundação são elementos de fundação profunda, caracterizadas por pequenas seções transversais e grandes comprimentos, executadas por equipamentos e ferramentas, podem ser feitas de madeira, aço, concreto pré moldado, concreto moldado “in situ” ou mistos. São subdivididas em duas categorias, estacas cravadas e estacas escavadas.

 

Leia também: Perfuratriz: Saiba tudo sobre esse equipamento de fundação

 

Estacas Cravadas

As estacas cravadas são uma categoria das estacas de fundação, podem ser identificadas como aquelas introduzidas no terreno por meio de cravação, sem necessidade de escavação do solo. Neste processo há um deslocamento do solo adjacente e subjacente, devido à introdução da estaca, gerando um empuxo passivo no solo, resultando em ganho de resistência. Entretanto, produzem mais ruídos e deve-se ter certo cuidado ao utilizá-las em áreas urbanas.

O método de execução para este tipo de estacas é rápido e não depende das condições do local, apresentando boa estabilidade em solos moles. No entanto, este tipo de estacas não é adequado para solos que contenham blocos duros. Para a execução deste tipo de estaca são utilizados bate estacas ou martelos vibratórios. São também chamadas de estacas de deslocamento e podem ser do tipo pré-moldadas de concreto, estacas de aço, estacas de madeira e estacas Franki.

 

Leia também: Fundação rasa e Fundação profunda: Entenda as diferenças

 

Estacas Escavadas

As estacas escavadas são aquelas estacas de fundação em que ocorre a retirada de material em sua perfuração no solo. São do tipo moldada “in loco” e podem ser realizadas com ou sem revestimento, com ou sem a utilização de fluido estabilizante. Um grande diferencial é a ausência de vibração no terreno, pois a escavação se faz por rotação, podendo ser executadas próximos a divisas sem causar problemas ao vizinho. Além disso, tem mobilidade, versatilidade e produtividade, atingem longas profundidades, suportam grandes cargas e podem ser executadas mesmo em presença de água. Classificam-se como escavadas, as estacas Hélice Contínua, estacas Trado, estacas Raiz, Micro estacas, Strauss e Estacões (escavados com o auxílio de lama bentonítica ou polímero).

 

Leia também: Hélice Contínua Monitorada: Entenda a eficácia desse tipo de fundação

 

Esses são os dois tipos de estacas de fundação. Para escolher o ideal para seu projeto é importante consultar um profissional qualificado, que faça uma analise minuciosa do solo. Além disso, contrate apenas empresas certificadas para executar o serviço e evite problemas futuros. Veja outras dicas de fundação. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *