A manutenção preventiva de caminhões pode evitar muita dor de cabeça

A importância de ter uma obra amiga do meio ambiente
A importância de ter uma obra amiga do meio ambiente
11 de outubro de 2022
Cada vez mais empresas investem em tecnologia para alcançar a sustentabilidade
Cada vez mais empresas investem em tecnologia para alcançar a sustentabilidade
3 de novembro de 2022

A manutenção preventiva de caminhões pode evitar muita dor de cabeça

A manutenção preventiva de caminhões pode evitar muita dor de cabeça

A manutenção preventiva de caminhões pode evitar muita dor de cabeça

Um dos objetivos é encontrar erros e repará-los antes que aconteça um acidente

A revisão de veículos, especialmente os pesados, é de suma importância para evitar acidentes e gastos
com consertos. A segurança nas estradas depende dessa ação que deve ser feita regularmente por
profissionais especializados.

Mas, para as empresas que possuem grandes frotas de caminhões, as vantagens com a manutenção vão
além. E você sabe quais são os tipos de manutenção mais indicados para caminhões?

Em primeiro lugar, temos a manutenção preventiva, que visa checar os componentes dos caminhões e
identificar possíveis falhas antes que elas causem algum acidente. Com esse tipo de manutenção, a
empresa pode programar a parada dos caminhões e evitar que se perca tempo e dinheiro lá na frente.

A manutenção preventiva:

  • Evita atrasos ou falhas nas entregas, pois caminhão em bom estado fica menos suscetível a danos
    mecânicos e não encosta para ser concertado.
  • Evita a perca da carga em acidentes e garante mais segurança ao motorista e usuários das estradas.
    Reduz a renovação constante da frota, pois caminhão revisado tem sua vida útil dobrada.
  • Conserva as peças e evita desgastes. Ações simples podem ajudar a manter as peças funcionando, como
    a lubrificação, por exemplo.

O que temos que verificar?

É de suma importância fazer reparos planejados visando prevenir danos aos caminhões antes mesmo que
eles aconteçam. Os exemplos mais comuns de manutenção preventiva são a troca de óleo, a verificação da
vibração e da imagem térmica do motor.

Não podemos esquecer dos pneus, dos freios e da suspensão, que devem ser avaliados antes e depois de
qualquer viagem. Outro ponto importante são os fluídos, pois sem eles as peças se desgastam e até
quebram, gerando grandes gastos com manutenções corretivas.

O motor também não pode ficar de fora da manutenção preventiva, pois é necessário checar a pressão do
óleo, a temperatura e o desempenho. Para finalizar, observe ainda o escapamento, o
sistema elétrico e as baterias.

Lembre-se: não trate a frota como igual, já que cada veículo tem a sua particularidade.

Manutenção: de quanto em quanto tempo?

É recomendável que a manutenção preventiva seja realizada para caminhões de médio e grande portes a
cada 10 mil quilômetros rodados.

O tipo de manutenção muda conforme o modelo do caminhão?

Sim, por causa do tipo de tecnologia aplicada, mas o padrão de manutenção é o mesmo,
independentemente do modelo.

Passo a passo

  • Já sabemos que muitas ações dependem de um bom planejamento. A manutenção preventiva não é
    diferente, portanto, tenha um plano, especialmente, para evitar grandes custos com imprevistos.
  • Depois, faça um checklist de verificação. Dessa forma, você fica sabendo o que precisa ser feito com
    precisão, evitando desperdícios e possíveis erros.
  • Sempre dê uma olhada no manual do caminhão, pois lá ficam importantes informações que podem ajudar
    na manutenção preventiva.
  • Por último, avalie o desempenho do caminhão à medida que são realizadas as manutenções para saber a
    sua produtividade.
Fique ligado!

Manter a manutenção do caminhão em dia aumenta a produtividade e evita acidentes e maiores gastos
com manutenção corretiva, que costuma pesar bastante no bolso da empresa.

Gostou do conteúdo? Acompanhe nosso blog e fique pode dentro de mais dicas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa de ajuda?