A importância da NR-35 para garantir a segurança no trabalho em altura

Saiba como o volume de concreto e controle de temperatura impactam nas fundações
21 de julho de 2021
Concretos polímeros agregam resistência e vida útil às estruturas
17 de agosto de 2021

A importância da NR-35 para garantir a segurança no trabalho em altura

O trabalho em altura exige diversos cuidados em qualquer ramo de trabalho. Na construção civil, essa atenção precisa ser redobrada, já que existem muitos serviços que precisam ser feitos na altura. Além disso, é um dos setores que mais registra acidentes de trabalho no Brasil, principalmente quando precisam ser executadas em localidades mais altas.

Desse modo, é fundamental que os trabalhadores do canteiro de obras recebam condições seguras para a execução do trabalho em altura. Na realidade, este tipo de implementação de segurança deve ser uma das prioridades dos gestores e dos colaboradores.

Além disso, todos os envolvidos na obra devem conhecer e respeitar as Normas Regulamentadoras, que como já destacamos outras vezes por aqui, orientam em diversos aspectos para melhorar a qualidade, eficiência e principalmente segurança de todos.

No caso do trabalho em altura, a NR-35 é a responsável por estabelecer requisitos, medidas diretas e indiretas para prevenir acidentes nestes tipos de trabalho.

Assim, os profissionais que são responsáveis devem organização do canteiro de obras e pelo projeto como um todo, devem ter pleno conhecimento de como funciona a NR-35 e da sua importância. 

Por isso, eles também devem colaborar na criação de uma cultura de segurança e passar as informações necessárias para todos os trabalhadores da obra.

E para os empregadores, cabe garantir completamente a adequação dos espaços de trabalho para minimizar as chances de acidente e ocorrer tudo tranquilamente durante a execução de um trabalho em altura.

Com a aplicação da NR-35 nos canteiros de obra, é possível garantir a integridade física dos trabalhadores e de terceiros envolvidos nos serviços. Uma das vantagens da aplicação da norma é que ela estabelece diretrizes mínimas para a realização dos trabalhos em altura.

E se toda a sua importância para a segurança não bastasse, vale destacar que empresas que descumprirem ou negligenciarem as recomendações da norma estão sujeitas a penalidades, geralmente em forma de multas.

Informações importantes sobre a NR-35

A Norma Regulamentadora é uma das mais importantes para o setor da construção civil. Como responsável por estabelecer requisitos, medidas diretas e indiretas para prevenir acidentes nos trabalhos em altura, é um dos nortes principais para a segurança do trabalho nas obras.

Vale lembrar que a implementação da norma se dá desde o início do projeto, fazendo parte do planejamento, organização e execução dos procedimentos. Assim é possível garantir que as atividades em altura sejam realizadas de maneira correta e segura.

A norma estabelece que os trabalhos em altura são aqueles realizados a mais de dois metros de altura acima de qualquer nível inferior e que apresentem risco de queda. 

E isto vale também para os trabalhadores que estejam com os pés apoiados em andaimes, escadas ou plataformas. 

Por isso, desde que nível inferior seja uma laje ou o próprio solo, por exemplo, considera-se trabalho em altura.

Por isso a NR-35 é muito importante para a construção civil, pois muitos trabalhos se enquadram nesta definição. Isto vale também para construções de pequeno e médio porte, mas principalmente para grande porte, que possuem grandes alturas.

Com a aplicação da norma, é possível cumprir seu objetivo, de garantir a saúde e integridade física dos profissionais no ambiente de trabalho, além de garantir a forma mais segura, confortável e correta de realizar o trabalho em altura.

Existem muitos pontos importantes abordados pela NR-35. Ela indica que cabe aos trabalhadores cumprir as exigências determinadas na norma e pelo empregador e cumprir as exigências determinadas na norma e pelos responsáveis pela obra. 

Além disso, eles devem colaborar com o empregador na implementação das medidas de proteção e zelar pela sua segurança e saúde e a de outras pessoas que possam ser afetadas por suas ações ou omissões no trabalho.

Já com relação aos empregadores, eles ficam responsáveis por implementar as medidas de proteção dispostas na norma e realizar a análise de riscos e avaliação prévia dos locais onde serão realizados trabalhos em altura.

Além disso, tomar providências para que os trabalhos em altura só iniciem depois da adoção das medidas de proteção e assegurar a interrupção dos trabalhos em caso de risco não previsto.

Existem outros pontos importantes que são de responsabilidade das duas partes envolvidas no projeto de construção, por isso é fundamental que todos os profissionais tenham pleno conhecimento de cada tópico da norma e que façam a leitura na íntegra.

Capacitação para NR 35 é o ideal para garantir a segurança no trabalho em altura

A NR-35 destaca em diversos pontos que é fundamental que apenas profissionais capacitados e autorizados realizem os trabalhos em altura

Ou seja, quem não estiver completamente habilitado para esse tipo de serviço, deve realizar um treinamento para garantir a segurança.

Nesse sentido, as empresas precisam fornecer programas, teóricos e práticos, de capacitação aos trabalhadores. Para concluir o curso da NR-35, são exigidos até 8h de aula, com certificação comprovando a conclusão ao fim do processo de treinamento.

Além disso, outra parte importante da NR-35 são as orientações do trabalho de análise e avaliação dos riscos inerentes ao trabalho em altura.

Esta avaliação deve ser feita pelos profissionais responsáveis, que precisam analisar quais são os possíveis riscos, listar todos eles e procurar soluções para evitar quedas.

Uma medida fundamental para que isto ocorra é a aplicação da sinalização correta no canteiro de obras e também o isolamento dos locais perigosos, evitando o acesso de pessoas.

E é claro que não poderíamos deixar de destacar a importância da implementação e fiscalização do uso de EPIs nos trabalhos em altura. 

Desse modo, ao fazer a seleção correta dos equipamentos de proteção, pode-se minimizar os riscos aos quais o trabalhador está exposto.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Falar no WhatsApp
Precisa de ajuda?